sexta-feira, 10 de abril de 2015

Catadores e catadoras recebem EPI's e uniformes

A equipe técnica do Projeto Profissão Catador II, realizou nesta quinta-feira, dia 09 de abril, a entrega dos EPI's - Equipamentos de proteção individual (capa de chuva, luvas, botas e botinas) e uniformes da segunda remessa (jalecos, calças, moletons e camisetas). Em um primeiro momento a entrega contemplou as quatro associações de Cruz Alta. Segundo o administrador do projeto, Leonardo Borges, os demais municípios de abrangência do Profissão Catador II, também serão contemplados com estes materiais, assim que sejam construídos os prédios nas três associações em Júlio de Castilhos, Tupanciretã e Salto do Jacuí

A catadora monitora de base do Bairro Acelino Flores, Marlete de Moura, diz estar satisfeita com o recebimento dos novos materiais, “foi muito bom receber os uniformes, principalmente os moletons, pois o frio esta começando e quando ele aumentar, daí teremos as jaquetas". Ela ainda acrescenta dizendo que os novos uniformes identificam o trabalho do grupo, “eles dão crédito, pois sabemos que as empresas, por exemplo, valorizam mais os catadores e catadoras que fazem parte das associações, os quais levam a sério esta profissão. Sobre os epis posso dizer que tanto a bota, quanto a botina são leves e resistentes e isso facilita o nosso trabalho, pois carregamos peso”, comenta.

O Presidente da Associação do Bairro Jardim Primavera 2, Thiago Dias, conta que ficou muito feliz com a entrega feita pela equipe técnica do projeto, “me senti renovado com a cor dos novos jalecos e calças. Logo quando acordei coloquei ele para ir trabalhar e minha vizinha se surpreendeu, pois a nova cor, o cinza, chamou a atenção dela que estava acostumada com o verde. Ela disse, Thiago você mudou de emprego? De forma alegre o catador ainda falou sobre  importância que os epis possuem para a segurança do trabalho, “gostei muito da capa de chuva e das botas, pois geralmente o nosso inverno é chuvoso e daí temos que superar o barro nas ruas do caminho de casa ao trabalho”.

A catadora monitora de base do Bairro dos Funcionários, Odete Melo, relata que estava na expectativa pela entrega da segunda remessa de uniformes, “principalmente pelo moletom, pois agora posso usar ele em um dia e no outro a camiseta, assim poupo as minhas roupas diárias, consequentemente, irei reduzir o número de lavagens de roupas, economizando assim mais água, o que acabava saindo caro, para mim e para o meio ambiente”. Ela ainda contou que geralmente as grandes empresas acabavam doando botas para os catadores, “porém eram usadas. É diferente de você poder usar um material novo e bem mais confortável, que nem este que recebemos do projeto”. 

O Projeto Profissão Catador II, patrocinado pelo Programa Petrobras Socioambiental é executado pela Unicruz, conveniado com a Secretaria Nacional de Economia Solidária do Governo Federal e conta com a parceria dos municípios de Cruz Alta, Salto do Jacuí, Júlio de Castilhos e Tupanciretã.



   Fonte: Assessoria de Comunicação do Projeto Profissão Catador II

Nenhum comentário :

Postar um comentário