terça-feira, 21 de agosto de 2012

Resíduos sólidos: Classificação de acordo com a fonte



Os resíduos ainda podem dividir-se de acordo com sua fonte geradora, agrupando-se em cinco classes:

Resíduos domiciliares – são aqueles produzidos dentro de casa, como os restos de comida, produtos deteriorados, papéis, plásticos, metais, vidros, latas, fraldas descartáveis, papel higiênico... Devido à sua composição, rica em matéria orgânica, esse resíduo, quando se decompõe, produz o chorume, líquido escuro ácido e de odor desagradável, com elevado potencial poluidor.

Resíduos comerciais e industriais – produzidos nesses tipos de estabelecimentos, tem composição variável. Podem ser desde restos de comida, embalagens e resíduos de processamento até os especiais, como explosivos, inflamáveis e tóxicos que constituem uma categoria especial.

Resíduos públicos – são os resíduos resultantes de varrição, capina dos locais públicas, bem como móveis velhos, galhos, cerâmicas, entulhos de obras e outros materiais.

Resíduos de fontes especiais – são aqueles que, em função de determinadas características peculiares, passam a merecer cuidados especiais em seu acondicionamento, manipulação e destino.

Resíduos agrícolas – são os resultantes de atividades pecuárias e agrícolas.

2 comentários :

  1. Tem soluções de classificação automática de resíduos baseada na espectroscopia infravermelha, graças á utilização de fontes de iluminação halógeneas. Os objetos têm diferentes propriedades de reflexo frente à iluminação comum. Por isso pode-se distinguir entre o plástico recoberto de cartão, cartão comum e os diferentes tipos de plásticos, pelas pequenas variações na “cor” da luz infravermelha refletida.

    ResponderExcluir
  2. Faz muito bem quem tem bons pensamentos.

    ResponderExcluir