sexta-feira, 17 de agosto de 2012

Resíduos Sólidos: o que são?



Vivemos a época dos descartáveis, ou seja, aquelas embalagens ou produtos que são utilizados uma só vez e, em seguida, jogados fora. A composição e a quantidade de resíduos produzidos estão diariamente relacionados ao modo de vida de cada povo. Nos países mais industrializados, a quantidade é maior e a composição mais problemática.
Resíduos sólidos por definição, são os resíduos em estado sólido e semi-sólido que resultam de atividades industrial, doméstica, hospitalar, comercial, agrícola, de serviços e de varrição. Também contam todos os provenientes dos sistemas  de tratamento de água, gerados em equipamentos e instalações de controle de poluição, bem como determinados líquidos que, por algumas particularidades, tornam inviáveis o seu lançamento na rede pública de esgotos.

A produção diária de lixo

A mudança nos padrões de consumo fez com que o lixo produzido no Brasil aumentasse de 0,5kg/habitante por dia para uma média de 0,8kg de 1,2 kg/hab./dia em pouco mais de 20 anos. Isso significa que, na cidade de Porto Alegre, Por exemplo, cerca de 1.500.000 habitantes, considerando uma média  de 1,0kg/hab./dia, são geradas aproximadamente 1.500 toneladas de lixo todos os dias.
Além de toda essa produção de lixo, dados sobre o desperdício no país são ainda mais alarmantes.
Anualmente, jogamos fora:
6,7 milhões de toneladas de materiais de construção;
14 bilhões de toneladas de alimentos

Também desperdiçamos 20% de nossa energia e quase metade da água distribuída

Nenhum comentário :

Postar um comentário