quarta-feira, 6 de junho de 2012

Começa em Cruz Alta a implantação da Coleta Seletiva Solidária

 

Na manhã da sexta-feira, 1 de junho, o município de Cruz Alta deu um passo importante em direção a coleta seletiva do lixo. O primeiro conjunto de contêineres para lixo orgânico e reciclável foi colocado ao lado da Galeria Centauro, em via pública, dando início ao processo na cidade.   
Ao longo do dia mais 10 contêineres foram colocados na Rua Barão do Rio Branco. Nesta semana a empresa Metalmax segue a distribuição dos contêineres na área central da cidade. 


“A coleta seletiva é um processo gradual que depende muito da colaboração da comunidade. Nossa intenção desde o início é fazer um processo gradual e seguro garantindo que as Associações de Catadores organizadas estejam preparadas para suportar o volume de lixo. A Administração Municipal juntamente com a Unicruz vem realizando uma preparação dos catadores para este novo momento. Destinamos área no Bairro de Fátima, em nosso primeiro mandato, para que a Associação de Catadores, lá se instalasse e a Unicruz 
adquiriu os equipamentos. Depois com emenda do senador Paulo Paim construímos galpão para os catadores do bairro Acelino Flores que posteriormente se constituíram em Associação que foi equipada também comajuda da iniciativa privada. Hoje ambas Associações estão funcionando a pleno e esperamos que a população assimile esta nova cultura que é a separação do lixo”, diz o prefeito. 

Hoje o Projeto Profissão Catador, contemplado com a verba vinda da Petrobrás, facilita e organiza os trabalhos nas associações e coloca-se a disposição da comunidade para auxiliar na implantação da coleta seletiva solidária municipal. A estrutura presente no galpão, mostra que a equipe do projeto vem cumprindo as ações planejadas, o que beneficia a comunidade cruz-altense.
No total serão instalados 130 contêineres de metal, o que diminui as chances de vandalismo. Destes, 60 são na cor amarela, destinados ao lixo reciclável, 60 na cor verde para o lixo orgânico e 10 ficarão de reserva. O investimento é de R$ 200 mil, oriundos do Fundo Municipal de Gestão Compartilhada (FMGC).

Além do prefeito também se fizeram presente ao ato o vice-prefeito Antônio Oliveira, a comunidade, secretários municipais, o diretor da Corsan, Dilamar Camargo, Associação de Catadores, vinculada a Unicruz, o mascote da campanha, Super Seletivo e os principais veículos de comunicação da cidade. 

Como funciona a coleta

O lixo orgânico deve ser colocado no contêiner VERDE e continuará sendo recolhido no horário normal. Já o lixo reciclável deve ser colocado no contêiner AMARELO e será recolhido de segunda a sábado após as 12h30 sendo posteriormente encaminhado às Associações de Catadores do município. 



“A coleta seletiva é viável, eficaz e dá resultados, desde que a comunidade faça sua parte, contribuindo para uma cidade melhor”, enfatiza a secretária municipal de Planejamento (Seplan) Luisa Pieniz Carpovinski.  

O Projeto Profissão Catador que tem o financiamento da Petrobrás é parceiro na implantação, sendo que a Unicruz também auxilia sedendo modelo de outros projetos, como o de Coleta Seletiva Solidária que já está sendo implantado a um bom tempo em âmbito acadêmico. A intenção é unir forças em prol os trabalhadores da catação e em benefício ao meio ambiente.

Nenhum comentário :

Postar um comentário