segunda-feira, 8 de maio de 2017

Motor emancipatório



Ministro do Trabalhado entrega triciclos ao Profissão Catador; veículos auxiliarão no transporte de materiais recicáveis.

05 de março de 2017 foi um dia importante para a história do projeto Profissão Catador. A data marcou a entrega oficial de quatro triciclos doados pela Secretaria Nacional de Economia Solidária (Senaes), unidade vinculada ao Ministério de Trabalho e Emprego (MTE), à Incubadora e Aceleradora de Negócios Sociais (Inatecsocial) da Universidade de Cruz Alta. Os veículos, motocicletas adaptadas com um compartimento traseiro, serão utilizados pelas associações de catadores de Cruz Alta para transportar resíduos sólidos recicláveis.
A solenidade foi realizada na sede da Associação de Catadores do Bairro Jardim Primavera II e teve abertura com uma apresentação da Banda da AD/3, que tocou um breve repertório de músicas nacionais e internacionais. Na sequência a reitora Patrícia Bianchi a luta da Unicruz pela emancipação social. “O Profissão Catador é um projeto muito importante, que demanda recursos, e se não tivermos apoio do poder público, dificilmente conseguiríamos chegar aonde estamos”, disse.



O poder público mencionado pela gestora é principalmente ao MTE, que contribui com o Profissão Catador graças a um edital de fomento a empreendimentos econômicos solidários - Edital de Chamada Pública SENAES/MTE n.º 004/2011 - FOMENTO A EMPREENDIMENTOS ECONÔMICOS SOLIDÁRIOS E REDES DE COOPERAÇÃO ATUANTES COM RESÍDUOS SÓLIDOS CONSTITUÍDAS POR CATADORES E CATADORAS DE MATERIAIS REUTILIZÁVEIS E RECICLÁVEIS – que originou o convênio MTE/SENAES Nº 49/2012 – SICONV n° 774175/2012.
.O responsável pela pasta, ministro Ronaldo Nogueira, participou da cerimônia e elogiou a proposta da Unicruz de estabelecer o projeto. “Em 2005 [ano de início das ações do projeto] não havia tantos editais públicos com aporte de recursos para potencializar ações como estas, mas a iniciativa da Universidade revelou um espírito solidário e comunitário. Quando uma instituição de ensino sai para fora da sala de aula e convive com as pessoas, é algo extraordinário que precisa ser reconhecido”, disse.

Conquista que comove

Os trabalhadores que serão beneficiados com os triciclos comemoraram muito a conquista. Conhecido por ser porta-voz dos catadores em eventos nacionais, o jovem Tiago Dias mais uma vez representou as 250 famílias dos quatro municípios abrangidos pelo Profissão Catador. No microfone, Tiago não fez questão de esconder o nervosismo, mas demonstrou sinceridade ao falar sobre as novas aquisições. “Vai ajudar na renda dos trabalhadores das associações. Estamos dia e noite trabalhando, sempre à disposição”, reforçou Tiago.
A gestão do projeto, que está engajada a cada semestre em busca de parcerias e novos investimentos, também acreditam que os veículos farão a diferença na geração de rendimentos. Para a professora Enedina Teixeira, presidente da Fundação Universidade de Cruz Alta e uma das coordenadoras do Profissão Catador, “é um momento muito importante para que as instituições que patrocinam o projeto conheçam o trabalho que está sendo desenvolvido pela Inatecsocial”.
O projeto Profissão Catador é executado pela Inatecsocial/Unicruz com patrocínio do Programa Petrobras Socioambiental e convênio da Senaes, com a cordenação das docentes Enedina Teixeira, Isadora Cadore Virgolin e Rozali Araújo.
Jornalista Lucas Padilha

Nenhum comentário :

Postar um comentário